1.        Estas condições gerais de venda regerão todas as transações comerciais entre as partes, salvo acordo escrito em contrário. A realização de uma encomenda implica que o cliente aceitou irrevogavelmente as presentes condições e que renuncia expressamente ao direito de fazer cumprir as suas próprias condições de compra e venda.

2. O contrato de venda será invariavelmente considerado como tendo sido celebrado na sede social do vendedor. As encomendas aceites pelo nosso representante só se tornam vinculativas depois de terem sido confirmadas por nós por escrito.

3. Os bens serão sempre considerados como tendo sido vendidos, entregues e aceites nos nossos armazéns. Como resultado, todos os riscos de transporte serão invariavelmente suportados pelo comprador.

4. Os nossos prazos de entrega são fornecidos apenas a título indicativo. Os atrasos na entrega não conferem ao comprador o direito de rescindir o contrato às nossas custas ou de procurar uma indemnização. Os casos de força maior libertarão o vendedor da sua obrigação de executar o contrato.

5. As encomendas feitas pelo cliente e aceites por nós serão recolhidas dentro do prazo pré-acordado. A não cobrança dá-nos o direito, sem qualquer aviso prévio, de rescindir a compra-venda por culpa do comprador que, nesse caso, será responsável por danos fixos de 20% do preço de custo da mercadoria ou, por outro lado, de obrigar o comprador a aceitar a entrega. Quaisquer reclamações relativas à não conformidade das entregas e faturas devem ser apresentadas no prazo de oito dias a contar da entrega – expedição da fatura. As reclamações em relação às quantidades devem ser feitas no momento da entrega-aceitação. Quaisquer reclamações feitas para além dos prazos acima mencionados serão consideradas como tendo sido formuladas com atraso. No caso de reclamações justificadas, seremos obrigados a substituir as mercadorias que não estejam em conformidade, embora não compensando o comprador de qualquer outra forma. O processamento da mercadoria implica que o comprador será considerado como tendo aceite a mercadoria.

6. As mercadorias devem ser pagas em numerário no nosso armazém ou mediante apresentação da nossa fatura. As faturas que não forem liquidadas mediante apresentação, incorrerão automaticamente e sem aviso formal em juros moratórios à taxa de 1 % por mês. 

7. No caso do comprador faltar à execução do contrato por qualquer outra forma, incluindo falta de pagamento (não pagamento ou atraso de pagamento), o cliente será automaticamente e sem aviso formal responsável por danos fixos à taxa de 15% sobre o capital, incluindo o IVA, com um mínimo de 15 euros.

8. Fica expressamente acordado que o vendedor conservará a plena propriedade das mercadorias que tiver entregue até que as mercadorias tenham sido pagas na sua totalidade. Em caso de incumprimento, reservamo-nos o direito de cancelar a venda e de recolher a mercadoria, mesmo que esta já tenha sido enviada a terceiros, a expensas do comprador, caso em que este último será responsável por danos de 20 % do preço.

9.Aplica-se a lei Portuguesa. Quaisquer litígios serão resolvidos exclusivamente pelos tribunais da comarca da sede social, que têm jurisdição exclusiva. Esta cláusula constitui parte intrínseca dos presentes termos e condições de venda e substitui quaisquer cláusulas de jurisdição contraditórias.